Poemas de natal portugueses

poemas de natal portugueses

Por que o Natal é tão importante para os poetas portugueses?

Para eles o Natal não era só uma época ‘bonitinha’ em que dar e receber (seja amor, respeito ou bens materiais) é o mote. Por saberem que esta é também uma altura em que, muitas vezes, as pessoas tendem a esquecer-se do seu verdadeiro significado, alguns nomes grandes da literatura portuguesa alertaram consciências com poemas dedicados ao Natal.

Quem é o autor do poema natal?

Miguel Torga - Poema Natal | Poesia Portuguesa Poema de Miguel Torga Natal. Adolfo Correia da Rocha, conhecido pelo pseudónimo Miguel Torga, foi um dos mais influentes poetas e escritores portugueses do século XX. Torga destacou-se como poeta, contista e memorialista, mas escreveu também romances, peças de teatro e ensaios.

Quais são as poesias de Natal que você vai querer recordar em família?

FELIZ ANIVERSÁRIO, JESUS. Natal… Na província neva. Os sentimentos passados. Como a família é verdade! Estou só e sonho saudade. Do lar que nunca terei!

Como é o Natal em Portugal?

A cidade recebe a Vila de Natal, transformando a parte interna das muralhas com decorações especiais da festividade. Além da decoração, são vários atrativos para todos os públicos, com oficinas, feiras e, claro, o Pai Natal – sim, em Portugal Papai Noel é Pai Natal.

Qual a importância da Quadra Natalícia para o poeta?

O coração do poeta opõe-se ao mundo. Fernando Pessoa reconhece a família e a sua importância, todavia fá-lo sozinho, longe do mundo, numa conversa consigo mesmo. Embora a quadra natalícia apele a um sentimento de união e família, nem todos têm um lar para o qual possam regressar.

Por que comemorar o Natal?

A poucas horas de comemorar o Natal, o Espalha-Factos reuniu estrofes, quadras e poemas de alguns dos mais aclamados autores portugueses e estrangeiros que descreveram e poetizaram esta época festiva. Os poetas têm uma forma muito peculiar de ver o mundo e transformam em palavras as emoções, que o comum mortal não é capaz de descrever.

Ainda no mesmo ano, escreve o primeiro poema, um verso curto com a infantil epígrafe de À Minha Querida Mamã . Em outubro de 1894, o comandante João Miguel Rosa (1857-1919) apaixona-se por Maria Madalena ao vê-la passar dentro de um americano, numa rua de Lisboa, comentando para um amigo: «Vês aquela loira?

Quais são as poesias de Natal?

Para este ano fizemos uma seleção de poesias sobre Natal. Hohoho. Soa dentro de minha alma. Tem o som de repetida. És para mim como um sonho. Soas-me na alma distante.

Quais são os melhores poemas de Natal e Ano Novo?

E não fuja para o abrigo. Acima dos problemas que a vida traz. Tornam-se os céus. Com as asas da oração. E ganhará coragem também. Soa dentro de minha alma. Tem o som de repetida. És para mim como um sonho. Soas-me na alma distante. Sinto a saudade mais perto. Celebrando a aspirante PAZ. Pra noite do menino Deus.

Qual é a data comemorativa mais “família” do que o Natal?

Não existe uma data comemorativa mais “família” do que o Natal, não é? Montamos a árvore, preparamos receitas saborosas, escolhemos presentes, tiramos fotos e até reencontramos parentes que não vemos durante o ano.

Qual a importância do Natal para a família?

Família é o bem mais precioso que Deus nos deu. O Natal é a ocasião perfeita para reunir a todos e celebrar em amor. É impossível se recordar da data e não pensar na confraternização com aqueles que mais amamos. Consegue quebrar toda a rivalidade ou disputa, enchendo os corações de esperança.

Postagens relacionadas: