Alterar morada fiscal online

alterar morada fiscal online

Como alterar a morada fiscal?

Engloba dois grandes passos: o pedido e a confirmação. Aqui será necessário um leitor compatível para o seu o Cartão de Cidadão, tal como os respectivos códigos PIN. Após cinco dias úteis, deverá receber uma carta para confirmar esta alteração de morada. Terá de confirmar a nova morada fiscal dentro do prazo estipulado na carta.

Como descobrir se a sua morada fiscal está atualizada?

Antes de mais, saiba que a polícia tem como descobrir se a sua morada fiscal está atualizada: os sistemas do Estado já estão todos ligados, e por isso a polícia consegue aceder à sua morada fiscal com bastante facilidade. Sem morada fiscal atualizada perde o direito, por exemplo, à isenção do IMI (nos primeiros anos após compra da primeira casa).

Como faço a atualização da morada fiscal?

Nota importante: quer faça a atualização da morada fiscal no IRN, quer faça online, tenha em atenção que a nova morada fiscal só se torna legalmente efetiva quando confirma (no balcão do IRN ou nas plataformas digitais) os códigos que lhe foram enviados pelo correio. Até lá, o processo fica pendente e a morada legalmente válida é a antiga.

Quais os riscos de não alterar a morada fiscal depois de se mudar para o estrangeiro?

O principal risco de não alterar a morada fiscal depois de se mudar para o estrangeiro é a dupla tributação. Isto porque a Autoridade Tributária e Aduaneira pode tributar os seus rendimentos em Portugal, mesmo que eles já sejam tributados no país onde tem residência.

Qual o prazo máximo para alterar a morada fiscal?

Se mudou ou arrendou uma casa nova, então deve comunicar a alteração da morada fiscal às Finanças no prazo máximo de 60 dias (Artigo 19.º da Lei Geral Tributária). Cada cidadão só pode ter uma morada fiscal. Está registada nos documentos oficiais, como no cartão de cidadão, e deve manter-se sempre atualizada.

Como alterar a morada fiscal de um contribuinte?

Carregar na opção “Finanças – Aceda aos Serviços Tributários”; Prosseguir para a área “Serviços”, seguida de “Dados Cadastrais”; Selecionar a opção “Confirmar Morada”; Inserir o código de ativação recebido pelo correio. Finalizado este último passo, ficará então com a morada fiscal alterada.

Quais os riscos de não alterar a morada fiscal depois de se mudar para o estrangeiro?

O principal risco de não alterar a morada fiscal depois de se mudar para o estrangeiro é a dupla tributação. Isto porque a Autoridade Tributária e Aduaneira pode tributar os seus rendimentos em Portugal, mesmo que eles já sejam tributados no país onde tem residência.

Como descobrir se a sua morada fiscal está atualizada?

Antes de mais, saiba que a polícia tem como descobrir se a sua morada fiscal está atualizada: os sistemas do Estado já estão todos ligados, e por isso a polícia consegue aceder à sua morada fiscal com bastante facilidade. Sem morada fiscal atualizada perde o direito, por exemplo, à isenção do IMI (nos primeiros anos após compra da primeira casa).

Como alterar a morada fiscal?

Insira o o seu NIF e a sua senha de acesso ao Portal das Finanças; Introduza a nova morada e clique em “Submeter”. Depois de feito o pedido, aguarde o envio de uma carta da Autoridade Tributária com o código de confirmação da alteração. Deve chegar, à nova morada fiscal que indicou, no prazo de cinco dias úteis.

Como descobrir se a sua morada fiscal está atualizada?

Antes de mais, saiba que a polícia tem como descobrir se a sua morada fiscal está atualizada: os sistemas do Estado já estão todos ligados, e por isso a polícia consegue aceder à sua morada fiscal com bastante facilidade. Sem morada fiscal atualizada perde o direito, por exemplo, à isenção do IMI (nos primeiros anos após compra da primeira casa).

Como posso obter um comprovativo de morada fiscal?

A forma mais fácil de consultar a morada fiscal é no Portal das Finanças ou no Portal ePortugal. Deve entrar na área pessoal e confirmar a informação que lá está. Em ambos os casos, contudo, vai ter de se autenticar. Uma alternativa é dirigir-se ao Instituto dos Registos e do Notariado (IRN) e pedir que lhe confirmem a mesma informação.

Quais os riscos de não alterar a morada fiscal depois de se mudar para o estrangeiro?

O principal risco de não alterar a morada fiscal depois de se mudar para o estrangeiro é a dupla tributação. Isto porque a Autoridade Tributária e Aduaneira pode tributar os seus rendimentos em Portugal, mesmo que eles já sejam tributados no país onde tem residência.

Postagens relacionadas: