Ucrania russia ao minuto

ucrania russia ao minuto

Como os russos manifestam-se contra a guerra na Ucrânia?

Com bandeiras ucranianas e de forma pacífica, os russos manifestam-se contra a guerra na Ucrânia e apoiam o país contra o Kremlin. A Lituânia prepara-se para banir companhias aéreas russas do espaço aéreo do Báltico a partir das 22h00 deste sábado.

Quais são as cidades atingidas por ataques aéreos na Ucrânia?

Os militares Ucranianos referem que as áreas junto às cidades de Sumy, Poltova e Mariupol estão a ser atingidas por ataques aéreos e ainda que há misseis de cruzeiro a serem disparados a partir do mar negro, em direção à Ucrânia.

Quantos ucranianos já fugiram da Ucrânia?

Mais de 120 mil pessoas já fugiram da Ucrânia desde quinta-feira, segundo dados da agência das Nações Unidas para os Refugiados. Segundo a vice-alta comissária do ACNUR, Kelly Clements, os ucranianos estão principalmente a fugir para a Polónia e para a Moldávia, mas também para a Roménia, Eslováquia e Hungria.

O que aconteceu com as forças armadas da Ucrânia?

As Forças Armadas da Ucrânia falam de uma situação muito difícil, mas garantem estar a conseguir travar o avanço do inimigo. Os enviados da RTP, Cláudio Calhau e António Mateus, foram à cidade mais próxima da linha da frente da ofensiva. Sloviansk é agora o último reduto na região de Donetsk controlado pelas forças ucranianas.

O que aconteceu com os russos na Ucrânia?

Russos fazem procissão contra invasão à Ucrânia: “Não à guerra” Moradores de Novosibirsk, na Sibéria (Rússia), realizaram uma caminhada em que pedem o cessar fogo do país a territórios ucranianos.

Como ocorreu a invasão russa da Ucrânia?

A invasão russa da Ucrânia ocorreu na madrugada de 24 de fevereiro, horário de Brasília. Logo em seguida, as sirenes da capital Kiev começaram a tocar. O som foi o primeiro alerta de um possível ataque aéreo na região Reprodução Em outras cidades do país também foram registrados atos contrários aos ataques russos.

Quais foram os protestos contra a guerra na Ucrânia?

Cerca de duas mil pessoas (1745) foram detidas, esta quinta-feira, na Rússia durante protestos contra a guerra na Ucrânia. As manifestações ocorreram em mais de 50 cidades do país, sendo a maior registada em Moscovo. Cerca de um milhar de pessoas foram detidas na capital russa.

O que os funcionários russos falam sobre a invasão da Ucrânia?

Mais de 100 altos funcionários russos assinaram uma carta aberta onde condenam a invasão da Ucrânia por Vladimir Putin considerando-a como uma atrocidade sem precedentes e alertando para consequências catastróficas.

Postagens relacionadas: