Depressão na adolescencia

depressão na adolescencia

Qual a diferença entre depressão e depressão na adolescência?

Segundo estudiosos no assunto, diferente de outras fases da vida, onde a depressão se mostra de maneira mais clara, na adolescência o problema pode acabar sendo mascarado por comportamentos comuns aos jovens.

Como tratar depressão em adolescentes?

Negligência dos pais e/ou violência sofrida na primeira infância também aumentam o risco. É muito difícil tratar depressão em adolescentes sem os pais estarem esclarecidos sobre a natureza da enfermidade, seus sintomas, causas, provável evolução e as opções medicamentosas.

Quantos jovens sofrem de depressão na adolescência?

Você sabia que no Brasil, cerca de 10% dos jovens sofrem de depressão na adolescência e que, no mundo, este número chega a 20%?

Como identificar se um adolescente está com depressão?

No adolescente, a depressão é vivida de forma muito solitária. Seus pedidos de ajuda e seus sintomas são com frequência entendidos como “drama de aborrecente”, uma fase que “ logo vai passar!”.

Quais são os sintomas de depressão em jovens?

Não existe uma única causa para a depressão. O distúrbio normalmente se dá com a combinação de diversos fatores internos e externos, como a dificuldade em lidar com situações desafiadoras e até a desregulação dos hormônios que controlam as emoções.

Quais são os sinais de depressão da criança?

Sandra Scivoletto – O reconhecimento da depressão na infância é relativamente recente na psiquiatria, justamente pela dificuldade que a criança tem de referir-se ao que sente. Por isso, muitas vezes, era considerada portadora de fobias específicas, tais como os transtornos comportamentais e a ansiedade de separação.

Quais são as experiências subjetivas da adolescência?

Contudo, vale ressaltar que a dimensão da alegria, da construção e da criatividade também compõem o rol de experiências subjetivas da adolescência.

Quais são os sintomas da depressão entre os jovens e adolescentes?

A depressão é uma doença psiquiátrica que demanda um tratamento rápido e eficaz. Ela ocorre por meio de uma série de sintomas físicos e emocionais, que vão muito além da tristeza comum. Essa doença tem origens genéticas, mas também é desencadeada por fatores ambientais, como rotinas estressantes ou determinados acontecimentos negativos.

Por que a depressão é perigosa para o adolescente?

Daí porque a depressão pode ser particularmente perigosa quando ocorre entre os 12 e 17 anos “O adolescente é mais suscetível a apresentar um quadro grave rapidamente”, atesta Boarati. “Ele tem menos recursos que um adulto, que já está encaminhado na vida, para lidar com o problema”.

Como lidar com a depressão em jovens?

Felizmente, a depressão em jovens responde bem a vários programas de tratamento. Pais, professores e outras pessoas devem aprender a reconhecer a depressão e agir no momento em que a ajuda se faz necessária.

Qual é a prevalência da depressão?

A prevalência da enfermidade é alta: depressão está presente em 1% das crianças e em 5% dos adolescentes. Ter um dos pais com depressão aumenta de 2 a 4 vezes o risco da criança. O quadro é mais comum entre portadores de doenças crônicas como diabetes, epilepsia ou depois de acontecimentos estressantes como a perda de um ente querido.

Postagens relacionadas: