Enxaquecas

enxaquecas

O que é a enxaqueca?

É considerada uma crise de enxaqueca quando os sintomas variam de 4 a 72 horas, podendo ser um período mais curto no caso de crianças. A enxaqueca é dividida em 4 fases: premonitória, aura, dor de cabeça e resolução.

Quais são os sintomas do ataque de enxaqueca?

Um típico ataque de enxaqueca costuma apresentar quatro fases: pródromo, aura, cefaleia e o pósdromo. O pródromo ocorre em 60 a 80% dos pacientes e consiste em sintomas que aparecem 24 a 48 horas antes do início da dor de cabeça. Os sintomas prodrômicos mais frequentemente relatados são: Bocejos constantes. Prisão de ventre. Sede frequente.

Quais são os tratamentos para enxaquecas?

Atualmente, não há cura para enxaquecas, embora uma série de tratamentos estejam disponíveis para ajudar a aliviar os sintomas. A enxaqueca é muito mais que uma dor de cabeça forte e pode afetar muito a vida cotidiana de quem sofre com crises constantes.

Como parar a enxaqueca?

Os médicos baseiam o diagnóstico em sintomas típicos. Não existe nenhuma cura para enxaquecas, mas medicamentos são usados para parar a enxaqueca quando ela está começando, para aliviar a dor e reduzir o número e a gravidade das crises de enxaqueca.

Quando começa a enxaqueca?

A enxaqueca é uma cefaleia primária em que ocorrem episódios de dor muito intensos intervalados por períodos sem sintomas. De um modo geral, inicia-se entre os 15 e os 40 anos, mas pode aparecer na infância ou logo após a primeira menstruação.

Quais são os tipos de enxaqueca?

Enxaqueca basilar ou com aura do tronco cerebral 7.2. Enxaqueca hemiplégica 7.3. Enxaqueca retinal ou ocular 7.4. Enxaqueca crônica 7.5. Status enxaquecoso 7.6. Aura persistente 7.7. Síndrome dos vômitos cíclicos 7.8. Enxaqueca menstrual 8. Diagnóstico 8.1.

Quais são os sintomas do ataque de enxaqueca?

Um típico ataque de enxaqueca costuma apresentar quatro fases: pródromo, aura, cefaleia e o pósdromo. O pródromo ocorre em 60 a 80% dos pacientes e consiste em sintomas que aparecem 24 a 48 horas antes do início da dor de cabeça. Os sintomas prodrômicos mais frequentemente relatados são: Bocejos constantes. Prisão de ventre. Sede frequente.

Quais são as causas exatas da enxaqueca?

As causas exatas da enxaqueca são desconhecidas, embora se saiba que elas estão relacionadas com alterações do cérebro e possuem influência genética. Já os gatilhos para as crises de enxaqueca variam de indivíduo para indivíduo, sendo que em alguns não há presença de nenhuma causa específica.

Quais são os remédios para enxaqueca?

Remédios usados em doenças cardiovasculares, como o propranolol, timolol, verapamil ou lisinopril; Antidepressivos, por alterar os níveis de serotonina e outros neurotransmissores, sendo a amitriptilina o mais usado; Anti-convulsivos, que parecem reduzir a frequência das enxaquecas, como o valproato ou topiramato;

Quais são os efeitos colaterais da enxaqueca?

Em casos raros, as dores podem ser um sintoma de um tumor cerebral. Tomar um remédio para tratamento agudo de enxaqueca muitas vezes por mês pode causar efeitos colaterais indesejados como outras dores de cabeça que resultam do uso excessivo do medicamento.

Como reduzir os sintomas de enxaqueca?

Não use matricária se você tomar algum medicamento anticoagulante. De acordo com a Associação de Distúrbios da Enxaqueca, doses diárias de magnésio podem reduzir os sintomas de enxaqueca em até 50% para cerca de metade das pessoas que experimentam enxaquecas. A dose típica é de 400 mg por dia.

Como prevenir enxaquecas?

No tratamento preventivo são receitados medicamentos para prevenir enxaquecas chamados de medicamentos preventivos. Neste caso, você recebe uma receita médica e toma os medicamentos todos os dias ou de acordo com a orientação médica. Encontrar a combinação certa de medicamentos para você pode levar algum tempo.

Postagens relacionadas: