Nova variante hiv

nova variante hiv

Qual é a variante do vírus do HIV?

Carregando... Uma nova variante do vírus do HIV descrita como altamente virulenta foi revelada nesta quinta-feira (3) em um artigo na revista científica Science.

Qual é a diferença entre a variante VB e os outros tipos de HIV?

Em comparação com outros tipos de HIV, a variante VB mostrou ser mais virulenta, transmissível e agressiva em pessoas que ainda não tinham passado por tratamento. No entanto, depois do tratamento, pessoas com a variante VB passaram a apresentar recuperação de células CD4 e indicadores de mortalidade semelhantes aos daquelas com outros tipos de HIV.

Quantos milhões de pessoas vivem com o HIV?

Cerca de 36 milhões de pessoas morreram de doenças relacionadas à AIDS desde o início da pandemia e 1,5 milhão de pessoas foram recém-infectadas pelo HIV em 2020. Das 38 milhões de pessoas que vivem hoje com HIV, 28 milhões estão em terapia antirretroviral que salva vidas, mantendo-as vivas e saudáveis e impedindo a transmissão do vírus.

Qual é a variante mais agressiva do vírus HIV na Holanda?

Uma iniciativa internacional de pesquisadores anunciou, na quinta-feira (3), a descoberta de uma variante altamente agressiva e transmissível do vírus HIV na Holanda. Segundo a equipe de cientistas, liderada pela Universidade de Oxford do Reino Unido, a cepa mutante já circulava pelo país desde os anos 1990.

Quantos milhões de pessoas vivem com o HIV?

Cerca de 36 milhões de pessoas morreram de doenças relacionadas à AIDS desde o início da pandemia e 1,5 milhão de pessoas foram recém-infectadas pelo HIV em 2020. Das 38 milhões de pessoas que vivem hoje com HIV, 28 milhões estão em terapia antirretroviral que salva vidas, mantendo-as vivas e saudáveis e impedindo a transmissão do vírus.

Quais são as vias de transmissão do vírus?

Primeiramente, pela via de transmissão do vírus, a sexual, que faz com que a evolução seja mais lenta do que a do coronavírus, por exemplo, que é transmitida por gotas de saliva ou aerossóis. Além disso, as novas mutações não tornaram a variante mais resistente à terapia antirretroviral.

Porém, devido às diferenças genéticas entre os vírus, as combinações de medicamentos para o tratamento do HIV-1 e do HIV-2 podem ser diferentes, já que o HIV-2 é resistente a duas classes de antirretrovirais: aos análogos da transcriptase reversa e aos inibidores de fusão/entrada. Saiba mais sobre o tratamento do HIV. Esta informação foi útil?

Postagens relacionadas: