Incêndio em monchique

incêndio em monchique

Como foi o incêndio de Monchique no verão de 2018?

O fogo, que deflagrou há seis meses, em 03 de agosto, na zona da Perna Negra, em Monchique, alastrou primeiro para o Alentejo, tocando o concelho de Odemira (distrito de Beja), sem grande impacto, e logo depois, com mais violência, para Silves e Portimão (distrito de Faro), destruindo ao todo 74 casas.

O que aconteceu com o incêndio de Monchique e Portimão?

O incêndio que lavrou desde sábado nos concelhos de Monchique e Portimão, no Algarve, foi este domingo dado como extinto, tendo entrado em fase de vigilância às 19h, depois de um dia de rescaldo, afirmou o comandante das operações.

O que foi o incêndio de 2018?

O incêndio teve início por volta das 13 horas no dia 3 de Agosto e foi parcialmente dominado na manhã do dia 10 de agosto. A ação dos bombeiros foi dificultada pela forte intensidade e constantes mudanças de direcção do vento e pela dificuldade de acesso dos meios terrestres.

O que aconteceu com o incêndio no Algarve?

Durante o dia deste domigno, e apesar da intensidade do vento, que atingiu rajadas de 50 quilómetros por hora, “não houve reactivações com grande expressão” a as que existiram foram “prontamente resolvidas pelo dispositivo no terreno”.

Quais as consequências do incêndio em Monchique?

O incêndio que deflagrou em Monchique provocou também danos significativos no concelho vizinho de Silves, depois de ter afetado, com menor impacto, os municípios de Portimão, no distrito de Faro, e de Odemira, no distrito de Beja.

O que foi o incêndio de 2018?

O incêndio teve início por volta das 13 horas no dia 3 de Agosto e foi parcialmente dominado na manhã do dia 10 de agosto. A ação dos bombeiros foi dificultada pela forte intensidade e constantes mudanças de direcção do vento e pela dificuldade de acesso dos meios terrestres.

Qual é o maior incêndio do Brasil?

O fogo de Monchique (Algarve) já destruiu cinco vezes mais do que toda a área ardida este ano em todo o país, até 15 de Julho (5327 hectares). O maior incêndio, em termos de área ardida, que este ano se tinha verificado até à semana passada em território nacional era o da Guarda onde, em Fevereiro, arderam 86 hectares.

Qual foi o maior incêndio de 2018?

O verão de 2018 ficou marcado pelo grande incêndio de Monchique, o maior registado no ano passado em Portugal e que durante uma semana não deu tréguas aos bombeiros, consumindo mais de 27 mil hectares de floresta e terrenos agrícolas. Monchique ardeu durante uma semana, em agosto. Foi o maior incêndio do verão

Quais são as principais causas dos incêndios?

O ar mais quente e mais turbulento resulta em mais tempestades, o que, por sua vez, causa mais raios. Um estudo recente também revelou que incêndios causados por raios estão se tornando cada vez mais comuns na região norte do continente americano, aumentando em uma média de 2 a 5% a cada ano desde 1975.

Quais são os incêndios na Europa?

O registro de grandes incêndios florestais tornou-se frequente nos últimos anos na Europa. [1] Os incêndios na Europa são fenômenos derivados da ocorrência de eventos climáticos extremos no continente. Atualmente, tem-se registrado recordes de temperaturas na região do Mediterrâneo.

Quais são as consequências dos incêndios florestais?

A Grécia é um dos países europeus mais atingidos pelos incêndios florestais. [2] Os incêndios florestais provocam um conjunto de consequências para o meio natural e para a sociedade. No geral, esses fenômenos estão relacionados à perda da qualidade ambiental local, aos graves danos ao meio ambiente e aos inúmeros prejuízos econômicos.

Postagens relacionadas: